Lista Geral dos Pontos turísticos

PRAIA DE PONTA NEGRA
Distante 14 km do centro de Natal, Ponta Negra é considerada uma das mais belas praias do Nordeste brasileiro. Sua denominação provém das pedras escuras que a circundam. A praia de Ponta Negra tem cerca de 4 km de extensão. No extremo sul fica o Morro do Careca, o ponto turístico mais famoso de Natal. No bairro de Ponta negra estão localizados vários bares, restaurantes, hotéis, boates, pequenas galerias de shopping, etc.
http://turismo.natal.rn.gov.br/praia.php
MORRO DO CARECA
É uma duna de 120 m margeada por vegetação que se localiza ao extremo Sul da praia de Ponta Negra. É proibido escalar o Morro do Careca, mas muitas pessoas desrespeitam a proibição.
http://turismo.natal.rn.gov.br/praia.php
AREIA PRETA
Localizada no bairro do mesmo nome, a sua denominação é proveniente de falésias de coloração escura. Também conhecida como Praia de Miami, na época que os americanos instalaram lá a base militar, a praia é bastante frequentada por moradores de Mãe Luiza, bairro periférico da cidade e é um dos sete pontos da “Área Especial de Interesse Turístico” do litoral e onde estão localizados prédios luxuosos. Na Areia Preta de onde dá para ver o Farol de Mãe Luiza, localizado no Parque das Dunas.
http://turismo.natal.rn.gov.br/praia.php
CANTO DO MANGUE
Ao lado do bairro da Ribeira fica outro local bem pitoresco de Natal. Trata-se do Canto do Mangue, uma central de venda de peixes e frutos do mar. Detalhe: tudo administrado pelos próprios pescadores. Por ficar à beira do Rio Potengi, termina sendo uma atração exótica, até certo ponto bucólica e, sobretudo inusitada, diante dos programas geralmente oferecidos ao turista. O visitante também pode aproveitar o passeio ao Canto do Mangue para degustar tradicionais iguarias genuinamente potiguares in loco. Destaque para a ginga, um peixinho servido frito e acompanhado por tapioca. Outra alternativa para se deliciar com a tapioca com ginga é o Mercado da Redinha, do outro lado do Rio Potengi. De segunda a sexta-feira o Canto do Mangue movimenta cerca de 300 pescadores e mais algumas dezenas de pessoas que trabalham no tratamento e na venda do pescado. Os pescadores trazem peixes, lagostas, camarões e variados frutos do mar em cerca de 50 barcos, que atracam na região portuária distribuída entre a Ribeira e as Rocas.
http://turismo.natal.rn.gov.br/canto.php
PRAIA DOS ARTISTAS
Localizada a cinco minutos do centro de Natal, a Praia dos Artistas possui mar agitado, boa para a prática do surf. É famosa por abrigar o Centro de Artesanato da Praia dos Artistas. O acesso a Praia pode ser feito pela avenida Hermes da Fonseca, ou pela Via Costeira. Da Ladeira do Sol pode-se vislumbrar um dos mais belos cartões postais da cidade, as praias dos Artistas, do Meio, Forte e a Fortaleza dos Reis Magos.
http://turismo.natal.rn.gov.br/praia.php
PRAIA DO MEIO
Esta situada entre a Praia do Forte e a Praia dos Artistas. Em seus limites realiza-se anualmente durante o Réveillon a tradicional festa de Iemanjá. Era considerada a praia mais turística da cidade até 1980, enquanto Ponta Negra era a mais freqüentada pelos natalenses. Com a construção da Via Costeira, a praia de Ponta Negra passou a ser preferida pelos turistas, enquanto a Praia do Meio atualmente é mais freqüentada pelos natalenses.
http://turismo.natal.rn.gov.br/praia.php
PRAIA DA REDINHA
Última praia ao norte da cidade do Natal, a Redinha é uma antiga vila de pescadores, que tem entre suas atrações o velho Mercado Público, a Igreja de Nossa Senhora dos Navegantes, construída com pedras retiradas dos arrecifes, e o Aquário Natal, além da Ponte Newton Navarro. A tradição no Mercado Público da Redinha é comer "Ginga com Tapioca", uma "manjuba" servida bem frita que vem no palito. Manjuba é um peixe bem pequeno que pode ser frito também no azeite de dendê. Na orla da praia da Redinha tem quiosques que servem peixe frito, camarão, macaxeira, carne-de-sol, caldos e ginga.
http://turismo.natal.rn.gov.br/praia.php
PRAIA DE GENIPABU
A região destaca-se por ter imensas dunas e por uma lagoa de águas doces, com forte atrativo para o turismo. A região conta com uma boa infraestrutura de hotéis, pousadas, restaurantes, barracas de praia, passeios de búgui, jangadas e dromedários. As dunas de Genipabu são móveis. A ação do vento, muito intensa no litoral do Rio Grande do Norte, move a areia de um ponto a outro, o que torna a paisagem sempre uma novidade, mas oferece algum risco ao trânsito daqueles que não conhecem bem a região. É praticado nas dunas ao redor da lagoa o chamado “esquibunda”: os interessados descem as dunas sentados em cima de pranchas de madeira, até mergulhar nas águas da lagoa. Genipabu é famosa internacionalmente por sua beleza e exuberância naturais e pelos passeios de búgui e de dromedários. As águas da praia de Genipabu são mornas, calmas e limpíssimas, proporcionando um excelente banho de mar. Pode-se também passear de jangada e de jet-ski. De búgui, pode-se, também, conhecer a lagoa, com atrações como banho em água doce, pedalinhos, caiaques, o “esquibunda” e o “aerobunda”. Genipabu tornou-se célebre ao ser marcada por uma pergunta que os motoristas de búgui fazem a todos os turistas, referindo-se à velocidade e às manobras radicais com que estes devem pilotar seus búguis para fazer o percurso pela dunas móveis e fixas.
http://www.genipabupraia.com.br
ANTIGO PRÉDIO DA CAPITANIA DOS PORTOS
Edificação do final do século XIX abrigou a sede da Capitania dos Portos até o ano de 1972. Restaurado em 1989, preservando as características neoclássicas de sua fachada, o edifício atualmente é sede da Capitania das Artes, na qual funciona um complexo artístico-cultural do município.
http://turismo.natal.rn.gov.br/predio.php
CENTRO DE LANÇAMENTO DA BARREIRA DO INFERNO
O Centro de Lançamento da Barreira do Inferno foi o primeiro centro de lançamento implantado na América do Sul. Ele tem por objetivo o envio de foguetes para a atmosfera a fim de realizar monitoramentos, coletas para pesquisas, estudos e tudo o que capacita o sistema da Base Aeronáutica de Natal e do Brasil inteiro.
http://www.praiasdenatal.com.br/barreira-do-inferno/
INSTITUTO HHISTÓRICO E GEOGRÁRICO DO RIO GRANDE DO NORTE
É o arquivo cultural oficial mais antigo de Natal. Contém fotografias, jornais e revistas mostrando a vida passada da cidade. Rua Conceição, 622 - Cidade Alta Natal/RN 59025270 (84) 3232.9728 Horário de Funcionamento Segunda a sexta-feira 08h00 às 17h00
http://turismo.natal.rn.gov.br/ museus.php
PINACOTECA
O Espaço Cultural Palácio Potengi, a atual Pinacoteca do Estado do Rio Grande do Norte abrigou a sede do Governo do Estado entre 1902 e 1995. É a maior expressão da arquitetura neoclássica em Natal. Inaugurado em 1873, denominado de Palácio Potengi, foi transformado na sede do governo em 1902 pelo governador Alberto Maranhão. Hoje é um centro cultural, com exposições permanentes das obras mais relevantes do acerco da Pinacoteca Potiguar. Os dois maiores destaques da Pinacoteca Potiguar são: Uma escultura do Budda do Laos, uma raridade do final do século 12, procedente do Laos, na Ásia. A peça é de chumbo e banhada em ouro, doada pelo colecionador suíço que morou em Natal, Fritz Alain Gegauf. É na Pinacoteca Potiguar onde fica a maior parte do acervo de Artes Visuais pertencentes ao Governo do Estado. São obras de arte de artistas locais, nacionais e internacionais., como Volpi, Tarsila do Amaral, Cícero Dias e Fayga Ostrower, Maria do Santíssimo, Newton Navarro, Dorian Gray e Abraham Palatnik. Visitação: De Terça a Domingo, das 8h00 às 17h00 Endereço: Praça 7 de Setembro, SN, Cidade Alta, Natal/RN Tel: (84) 3211 7056/3232.2997
http://turismo.natal.rn.gov.br/pi.php
SOLAR BELA VISTA
Construção da primeira década do século XIX, localizada na atual Avenida Câmara Cascudo, cujo proprietário foi o coronel Aureliano de Medeiros. Junto com outros imóveis, constitui o corredor cultural de Natal.
http://turismo.natal.rn.gov.br/solar.php
BOSQUE DAS MANGUEIRAS
O Bosque das Mangueiras constitui-se em um espaço onde são desenvolvidas atividades de lazer e cultura para a comunidade. É um local onde acontecem shows culturais, recreação e práticas esportivas, encontros de grupos sociais, exposições botânicas, excursões e aulas práticas de escolas e universidades, dentre outras atividades. Este Bosque tem uma área de aproximadamente 16.270 m², localizada no bairro de Lagoa Nova, entre a Av. Nascimento de Castro, Jaguarari e Thertius Rebelo. Seu entorno imediato pode ser classificado como predominantemente residencial, apesar de existirem alguns equipamentos que fogem dessa classificação, como comércios e a Universidade Potiguar (UNP). Devido a esta característica, torna-se bastante frequentado pelos moradores das redondezas, que o utilizam, basicamente, para caminhadas, práticas esportivas e de lazer. Além de se constituir em um agradável espaço comunitário, o Bosque das Mangueiras é também local de conscientização e preservação ambiental dos biomas ali existentes: resquícios de mata atlântica, caatinga, tabuleiro costeiro e dunas, totalizando mais de 50 espécies, entre animais e plantas. Av. Nascimento de Castro, S/N – Lagoa Nova (84) 3232-8935 Fonte: Anuário Natal 2013
http://turismo.natal.rn.gov.br/parques.php
PARQUE DA CIDADE DOM NIVALDO MONTE
Primeira Unidade de Conservação Ambiental Municipal, o Parque da Cidade do Natal Dom Nivaldo Monte, foi criado pelo do Decreto Municipal Nº 8.078, de 13 de dezembro de 2006 e ampliado pelo Decreto Nº 8.608 de 11 de dezembro de 2008. Localizado na Zona de Proteção Ambiental 1 (ZPA-1), com uma área de aproximadamente 122 hectares que abrange os bairros de Pitimbu, Candelária e Cidade Nova, o Parque possui dois acessos públicos, um pelo lado leste (Avenida Prefeito Omar O'Grady - Candelária) e outro pelo lado oeste (rua Santo Amaro - Cidade Nova). O Parque tem a importância de conservar os recursos naturais, com destaque para a proteção do manancial de água subterrâneo, apontado por especialistas como um dos mais importantes de Natal. O projeto arquitetônico do Parque tem a assinatura de Oscar Niemeyer, arquiteto reconhecido mundialmente. O Parque da Cidade do Natal é um lugar de estudo e lazer, oferecendo ambiente agradável ao público visitante com salas de aulas, auditório, trilhas, um memorial, mirante, além de proporcionar momentos de reflexão e consciência ambiental. Avenida Omar O’Grady S/N – Candelária
http://turismo.natal.rn.gov.br/parques.php
FAROL DE MÃE LUÍZA
Farol de Mãe Luíza Situa-se no bairro de Mãe Luíza, o qual tem seu nome em homenagem a uma velha parteira que também deu seu nome ao farol. Torre em tijolo cilíndrica com lanterna e dupla galeria. Sua construção teve início em 1949 e foi concluída dois anos depois, em 1951. O farol possui uma torre de concreto de 37 metros de altura e uma escadaria, esta, com 151 degraus em espiral. Possui uma bela vista da praia de Areia Preta, permitindo ainda vislumbrar as praias de Jenipabu e Ponta Negra. É administrado pela Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte e emite lampejos de luz a cada 12 segundos, em uma extensão de 44 quilômetros. Endereço: Rua Camaragibe - Praia de Areia Preta Telefone: (84) 3201-0477 Horário de Visitação: Aos domingos, das 14h às 17h.
http://turismo.natal.rn.gov.br/farol.php
FORTALEZA DOS REIS MAGOS
A Fortaleza da Barra do Rio Grande, popularmente conhecida como Forte dos Reis Magos ou Fortaleza dos Reis Magos, foi o marco inicial da cidade — fundada em 25 de Dezembro de 1599 —, no lado direito da barra do Potengi (hoje próximo à Ponte Newton Navarro). Recebeu esse nome em função da data de início da sua construção, 6 de janeiro de 1598, Dia de Reis, pelo calendário católico. Em formato de estrela, a fortaleza foi construída pelos colonizadores portugueses em 1598. Em 1633 foi invadida pelos holandeses. Anos mais tarde, os portugueses conseguiram retomar a cidade e o forte. O monumento ainda preserva os canhões expostos na parte superior do prédio, capela com poço de água doce e alojamentos. Praia do Forte (84) 3211.3820/ 3211.6166 Horário de visitação Diariamente – 8h00 – 16h00
http://turismo.natal.rn.gov.br/fortaleza.php
PALÁCIO FELIPE CAMARÃO
Situado na Rua Ulisses Caldas, no local da antiga Intendência Municipal, sua inauguração ocorreu em 7 de setembro de 1922, no contexto das comemorações do centenário da Independência do Brasil. Em 1955, o imóvel recebeu a denominação de Filipe Camarão em homenagem ao índio Poti, figura de destaque nas lutas, no século XVII, pela expulsão dos holandeses. Hoje é a sede do Governo Municipal.
http://turismo.natal.rn.gov.br/palacio.php
FUNDAÇÃO CULTURAL CAPITANIA DAS ARTES
As Galerias Newton Navarro, Leopoldo Nelson e Iaponi Araújo, integram o Núcleo de Artes Visuais da Fundação Cultural Capitania das Artes (Funcarte), com exposição de aristas locais e nacionais. A Galeria Newton Navarro sedia anualmente o Salão de Artes Visuais da Cidade do Natal, que começou a ser realizado em 1996 e já é referência para a classe artística, sendo o segundo concurso mais antigo em realização no Nordeste, posterior apenas ao da Bahia. Entre os artistas que já tiveram suas obras expostas nas galerias estão Newton Navarro, Sarro e Ana Antunes. Av. Câmara Cascudo, 434 Ribeira Natal/RN59025-280 Horário: Segunda a sábado de 09h00 às 17h00 Fone: (84) 3232-4948 3232 4976 .
http://turismo.natal.rn.gov.br/museus.php
CATEDRAL METROPOLITANA DE NATAL
Dedicada a Nossa Senhora da Apresentação, a Catedral Metropolitana de Natal, também conhecida como Catedral Nova ou Catedral Nova Cidade, foi inaugurada em 21 de novembro de 1988. Com um estilo de construção em linhas ascendestes na forma de trapezoidal que é bastante peculiar. No subsolo do prédio está instalado o Centro Pastoral Pio X, onde funciona o Gabinete do Arcebispo Metropolitano, a Cúria, a Paróquia da Catedral e a coordenação de diversas pastorais. Avenida Deodoro da Fonseca, S/N Cidade Alta - Natal/RN Fone: (84) 3615.2800
http://turismo.natal.rn.gov.br/igrejas.php
IGREJA MATRIZ DE NOSSA SENHORA DE APRESENTAÇÃO
Construída no local da primitiva capela do início da colonização da Capitania do Rio Grande do Norte, na atual Praça André de Albuquerque. A igreja é o mais antigo templo católico do Estado, também conhecida como Catedral Velha. Possui expressivo valor histórico relacionado à fundação da cidade do Natal. Antiga Catedral – Praça André de Albuquerque – Cidade Alta – Centro Antigo Praça Andre de Albuquerque – Cidade Alta Fone (84) 3615.2800
http://turismo.natal.rn.gov.br/igrejas.php
IGREJA DE SANTO ANTONIO (IGREJA DO GALO)
A Igreja de Santo Antonio, mais conhecida como Igreja do Galo é considerada o terceiro templo católico construído na cidade, constituindo exemplar arquitetônico típico do estilo barroco. Atualmente, sua ala lateral abriga o Museu de Arte Sacra de Natal. Abriga o convento Santo Antônio e o Museu de Arte Sacra Rua Santo Antônio, 683 – Cidade Alta – Natal/RN Fone: +55 (84) 3211-4236 Horário: de segunda à sexta das 8:00 às 12:00h e de 14:00 às 18:00h Horário do Museu: de terça a domingo das 8:00h às 17:00h.
http://turismo.natal.rn.gov.br/
IGREJA DE SÃO PEDRO
Inaugurado no dia 4 de maio de 1919, foi o primeiro templo católico construído no século XX. Igreja que leva o nome de São Pedro, lembra o período de expansão da cidade para o Alecrim, constituindo desde então num dos principais símbolos do bairro, sendo que até meados dos XX, as badaladas do seu sino organizavam os afazeres e a vida dos seus habitantes. Praça Dom Pedro II, S/N – Alecrim Fone (84) 3615.2816
http://turismo.natal.rn.gov.br/igrejas.php
IGREJA DO BOM JESUS DAS DORES
Localizada na Ribeira (corredor cultural) Quarta igreja a ser construída em Natal, a última no século XVIII. Embora construída na Ribeira, que na época era um bairro residencial e possuir o maior comércio a Capela foi sempre modesta, sem esplendores. De 1915 a 1918, com a construção das torres pelo frade franciscano Frei André, a igreja tomava o aspecto que conserva até hoje. Praça José da Penha, S/N - Ribeira Fone: +55 (84) 3615-2823
http://turismo.natal.rn.gov.br/igrejas.php
IGREJA DO ROSÁRIO NOSSA SENHORA DOS PRETOS
A igreja é o segundo templo católico construído na cidade. A documentação conhecida indica que sua construção ocorreu entre 1713 e 1714. Sua construção, realizada por escravos, foi direcionada para atendimento aos segmentos sociais desfavorecidos da sociedade. Tombada em 1988 pelo Governo do Estado, quando passou por uma restauração que lhe devolveu as suas feições originais. Nela se celebra atualmente a missa segundo a forma extraordinária do rito católico romano. Localizada no Centro (Corredor Cultural) Travessa Gonçalves Ledo, 282 – Cidade Alta Horário: de segunda à quinta das 14:00h às 17:00h
http://turismo.natal.rn.gov.br/igrejas.php
IGREJA NOSSA SENHORA DOS NAVEGANTES
Largo João Alfredo - Praia da Redinha Fone: +55 (84) 3663-2166Horário: de segunda à sexta das 08:00h às 11:00h e de 14:00h às 17:00h e aos domingos de 7:00h às 12:00h.
http://turismo.natal.rn.gov.br/igrejas.php
MEMORIAL CÂMARA CASCUDO
Localizado próximo à antiga Catedral, o Memorial Câmara Cascudo é um ponto turístico da cidade de Natal, capital do estado do Rio Grande do Norte, localizado próximo à antiga catedral e visa objetivo preservar e divulgar a vida e a obra de Luís da Câmara Cascudo, abordando diversos aspectos, com destaque a biblioteca particular de Câmara Cascudo, com cerca de 10 mil volumes de diversos assuntos como folclore, religião, história, biografias e romances, conta ainda com quadros que retratam momentos marcantes da vida de Câmara Cascudo. A biblioteca é considerada "rara" por possuir obras do início do século passado e livros em diversos idiomas. Grande parte dos livros tem anotações de próprio punho de Cascudo e dedicatórias dos autores. Em frente ao prédio do Século XVIII, erguida para servir de sede Real Erário e posteriormente a Tesouraria da Fazenda, atenção uma estátua de Câmara Cascudo em cima de uma mão. Praça André de Albuquerque, 30 – Cidade Alta (84) 3232.6334
http://turismo.natal.rn.gov.br/museus.php
LUDOVICUS - INSTITUTO CÂMARA CASCUDO
Está instalado na casa onde o escritor e folclorista Luís da Câmara Cascudo e sua esposa passaram a maior parte de suas vidas. Depois de sua morte, a viúva morou na casa até 1997, quando ela faleceu. A casa foi construída em 1900 pelo industrial Afonso Saraiva Maranhão, em forma de na forma de um chalé, e adquirida, em 1910, pelo futuro sogro de Cascudo, Desembargador Dr. José Teotônio Freire (1858-1944). Em 1947, Cascudo comprou o chalé da sua sogra Dona Maria Leopoldina Viana Freire, e lá ele viveu até o fim de seus dias, em 1986. Em 1990, ela foi tombada a nível estadual pela Portaria No. 045/90, como forma de preservação e conservação histórica. Em 2001, o local tornou-se um museu. No instituto estão dez coleções e todo acervo bibliográfico e documental de Câmara Cascudo. Curiosidades como as paredes autografadas da biblioteca, a preciosa pinacoteca, o mobiliário de época e a coleção de comendas, são algumas das atrações da instituição, que testemunha uma vida dedicada ao saber e a cultura do Brasil. Av. Câmara Cascudo Cidade Alta (84) 3301.6425 Funcionamento: Terça a sábado, horário: 9h00 às 16h30
http://www.cascudo.org.br/
MUSEU DE ARTE SACRA
Criado em 21 de dezembro de 1988, o Museu de Arte Sacra do Rio Grande do Norte está localizado na nave lateral da Igreja de Santo Antônio, conhecida também como Igreja do Galo. Objetiva “recolher, inventariar e expor objetos de arte religiosa do Estado, cujo patrimônio, pela sua qualidade e importância histórica, merece ser preservado”. O museu possui apenas três salas que reúne um acervo com imagens de santos dos séculos XVII a XX, além de pinturas, alfaias, mobiliário, ourivesaria e prataria utilizadas no culto religioso. Tem, ainda, oratório de camarinha, voltado para a devoção doméstica. Rua Santo Antonio, 698, Cidade Alta (84) 3211-4236
http://turismo.natal.rn.gov.br/museus.php
MUSEU DA CULTURA POPULAR
Museu dedicado à cultura popular de Natal. Exibe fotos e escritos que descrevem as atividades folclóricas, trabalhos manuais, livros e trajes típicos. Rua Chile, 106 Ribeira, (84) 3232-8149 Funcionamento: Terça à Dom, Horário de 9h00 as 17h00.
http://turismo.natal.rn.gov.br/museus.php
PARQUE DAS DUNAS JORNALISTA LUIZ MARIA ALVES
Criado em 1977, o Parque das Dunas é uma área localizada na região leste do município de Natal, com área de 1.172 hectares. É a primeira Unidade de Conservação Ambiental implantada no Estado e o segundo maior parque urbano do Brasil. O Parque apresenta formações vegetais de Mata Atlântica, possuindo mais de 270 espécies de árvores, como o pau-brasil, pau-d'arco roxo, peroba, sucupira, além de bromélias e orquídeas. Na sua área, existem animais silvestres como o timbu, gato-maracajá, raposa, sagüi, nambu, gavião peneira, rasga mortalha, jibóia, cobracoral, entre outros; e, ainda, uma grande quantidade de insetos, um dos grupos mais ricos da fauna ali presentes. O Parque das Dunas é uma área de preservação ambiental de fundamental importância na conservação de espécies em extinção e local de proteção aos lençóis freáticos e da qualidade da água existente em Natal. Sua relevância é reconhecida internacionalmente. Em 1994, o Parque foi considerado pela UNESCO como parte da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica Brasileira, e em 1999, foi reconhecido pelo Conselho Nacional da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, como posto avançado da Mata Atlântica Brasileira. O Parque possui um setor de uso público, o Bosque dos Namorados, podendo receber semanalmente visitantes, onde são oferecidas atividades para todas as faixas etárias, como trilhas, caminhadas, ginástica, áreas para piqueniques, exposições de temática ambiental, entre outras. Avenida Alexandrino de Alencar, SN – Tirol Fone: 3201.3985
http://turismo.natal.rn.gov.br/parques.php

Compartilhe e curta nossas redes sociais para saber mais sobre nós

Newsletter

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Aenean commodo ligula eget dolor.